Cobrança de metas pode gerar dano moral

Situação muito comum no ambiente de trabalho, alguns profissionais sofrem com metas impostas pelo empregador. Muitas vezes essas metas sequer podem ser atingidas.

Contudo, saibam que dependendo da forma como é feita a cobrança por resultados – como, por exemplo, expondo o trabalhador exageradamente, se referindo ao empregado com termos pejorativos, o insultando ou o coagindo – pode caracterizar situação vexatória justificando um pedido de reparação por danos morais!

Foi esse o entendimento da Sétima Turma do Tribunal Superior do Trabalho, em decisão do ministro Douglas Alencar Rodrigues em um caso de um atendente de telemarketing.

Ou seja, expor o trabalhador que não atinge as metas propostas pela empresa. Não pode!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

FALE CONOSCO VIA WHATSAPP